Orelhão é uma peça rara pelas ruas


Há alguns anos, telefonar para alguém era necessário procurar um telefone público em algum ponto da cidade. Além disto, teria que ter uma ‘ficha’ ou mais futuramente um cartão para poder completar a ligação. O Blog do Marcos Junior realizou há alguns anos uma matéria sobre o vandalismo constantes nos poucos orelhões que ainda existiam nos municípios de todo o Norte Pioneiro.
Atualmente, com a popularização dos celulares (sendo que o número de linhas já passou o número de habitantes no Brasil) os famosos ‘orelhões’ estão cada vez mais esquecido. Outro ponto importante é que a partir do final de 2017 os telefones públicos realizam ligações gratuitas para telefone fixo dentro da cidade. Foi uma determinação da Agência Nacional de Telecomunicações.
Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas