Câmara e Senado analisam votar projetos sobre porte de armas

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, afirmou que está estudando com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, uma estratégia para que o Congresso aprove, por meio de projetos de lei, partes dos decretos presidenciais que flexibilizam o porte de armas no País (9.785/19 e 9.797/19).

O Senado derrubou os dois decretos na semana passada (PDL 233/19) e agora o tema será analisado pelos deputados. Segundo Maia, as partes que são consideradas constitucionais poderão ser analisadas pelos congressistas e destacou dois pontos: um que se refere aos colecionadores e outro que trata da posse de armas em propriedade rural. “Esses dois temas têm um certo consenso. O Senado, organizando essa votação, gente organiza o decreto e atende o que é constitucional. O que for inconstitucional não é correto que o Congresso aceite”, explicou o presidente.

Em debate na Comissão de Constituição e Justiça, na última quarta (18), o deputado Pedro Lupion defendeu os decretos da presidência da República. Em audiência com o ministro Onyx Lorenzoni, Lupion lembrou que quem comete crimes usa arma ilegal, diferente dos CACs (Caçadores, atiradores e colecionadores), que fazem rigorosos testes e renovam periodicamente a autorização para possuírem armas de fogo.


Entre no nosso grupo do whats. CLIQUE AQUI 
CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK. CLIQUE AQUI
SIGA NO INSTAGRAM. CLIQUE AQUI
Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas