Cobra Repórter quer instituir uma política estadual de instrução para prevenção e combate ao engasgo

Todos os dias nos deparamos com notícias de crianças, recém-nascidas, que engasgam com leite e que, em boa parte dos casos, a ajuda dos bombeiros que instruem os pais a realizarem uma manobra fundamental para salvar suas vidas. Também são muitos os casos onde há o engasgo em pessoas adultas, que engasgam após a ingestão de alimentos.

Diante do problema, o deputado estadual Cobra Repórter (PSD) apresentou na Assembleia Legislativa, um projeto de lei 429/2019, que visa instituir a Política de Estado de Instrução Pública para Prevenção e Combate ao Engasgo, que tem como objetivo promover instrução pública sobre prevenção e combate ao engasgo, capacitar estabelecimentos que oferecem ou comercializam alimentos para o consumo imediato, a terem pessoas aptos para aplicação da “Manobra de Heimlich” de compressão abdominal, para salvamento nos casos de engasgos e prestação de primeiros socorros nos casos de urgência e emergência.

O projeto, explica o deputado, também prevê a promoção de campanhas educativas, seminários, congressos e demais eventos para divulgação desta política de prevenção de combate ao engasgo. As informações devem chegar às crianças e adolescentes em escolas públicas e privadas e aos servidores públicos.

"Queremos ensinar, de forma bem didática a “Manobra de Heimlich”, uma manobra de salvamento que são executadas pancadas nas costas e compressões abdominais para a desobstruir ou desengasgar a traqueia e vias aéreas. Com esta manobra, relativamente simples, muitas vidas poderão ser poupadas. Esta seria uma primeira medida a ser aplicada até a chegada do socorro médico", ressalta Cobra Repórter.

FONTE: ASSESSORIA DE IMPRENSA
Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas