About

Romanelli e Cisnop defendem pautas da saúde no Norte do Paraná

Uma reunião nesta terça-feira (25), na Casa Civil do Governo do Paraná, tratou de temas da saúde dos 23 municípios do Norte do Paraná. Essas cidades integram o Cisnop, o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Norte do Paraná. Participaram da reunião o secretário estadual de Saúde, Beto Preto, o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), o prefeito de Bandeirantes, Lino Martins (PDT), e o presidente do Cisnop, Gimerson de Jesus.

Segundo o secretário Beto Preto, o governo Ratinho Júnior deve iniciar em breve ações em diversas áreas com foco nos municípios em que índices como o IDH estão abaixo da média estadual. "É uma maneira de trabalhar prioritariamente nas regiões onde os paranaenses mais precisam. Alguns municípios do Norte Pioneiro devem estar nesta ação, é uma região que precisa", disse.


Aparelhos auditivos
Uma das questões prioritárias é a situação de mais de 1000 pacientes que necessitam de aparelhos auditivos. Segundo Gimerson, são pessoas de todo o Norte Pioneiro (das regiões da Amunop e Amunorpi) que o consórcio pretende destinar as próteses para tratamento. "É um dos serviços que nossa população mais precisa e o Norte Pioneiro é uma região que tem um déficit, outras já resolveram".

Outra questão é a construção de uma sede própria do Cisnop. De acordo com Gimerson, é necessária uma nova estrutura para que a população da região tenha acesso a serviços especializados com maior agilidade, conforto e segurança. Foi agendada uma reunião no dia 05 de julho, com o deputado Romanelli, para que o Secretário Beto Preto conheça a situação da atual sed

Saúde mentalOutro pedido é o apoio do governo estadual para a requalificação do atendimento dos Centros de Atendimento Psicossocial na região. Os CAPS são unidades instituições destinadas a acolher pessoas com transtornos mentais, estimular sua integração social e familiar e apoiá-las em suas iniciativas de busca por autonomia, com atendimento médico e psicossocial.

"Queremos que o atendimento seja mais microrregionalizado, mais próximo das pessoas. Hoje há uma certa subutilização de algumas unidades e uma utilização acima do necessário de outras. Com a reestruturação, seguindo as normas nacionais, garantimos um atendimento eficiente para a população", diz Gimerson.

Cisnop

No último dia 4, o Cisnop recebeu R$ 1.016.604,00 de repasse do Estado para pagamento exclusivo de serviços da rede prioritária de saúde. O consórcio atende 21 cidades da região norte: Abatiá, Andirá, Bandeirantes, Congonhinhas, Cornélio Procópio, Itambaracá, Leópolis, Nova América da Colina, Nova Fátima, Nova Santa Bárbara, Rancho Alegre, Ribeirão do Pinhal, Santa Amélia, Santa Cecília do Pavão, Santa Mariana, Santo Antonio do Paraíso, Sapopema, São Jerônimo da Serra, São Sebastião da Amoreira, Sertaneja e Uraí. Uma população de 230 mil moradores.

FONTE: ASSESSORIA DE IMPRENSA ROMANELLI

Postar um comentário

0 Comentários