Michele Caputo pede maior abrangência em plano de cargos e salário no Sistema Penitenciário

Em meio às discussões para a criação do quadro próprio dos agentes penitenciários, o deputado estadual Michele Caputo (PSDB) foi à tribuna nesta terça-feira (3) para defender que a mudança também inclua os demais servidores que atuam no sistema penitenciário.

A intenção é que médicos, psicólogos, assistentes sociais, dentistas, técnicos de enfermagem e outros profissionais que trabalham em unidades do sistema penitenciário também façam parte do plano de cargos e salários que está sendo discutido junto ao Governo do Estado.

“O risco é para todos. Precisamos tratar isso de forma igualitária. Não podemos aceitar que esses quase 500 profissionais fiquem de fora deste quadro, que sem dúvida alguma será um importante avanço do Governo Ratinho”, ressalta o deputado Michele Caputo.

O Sindicato dos Servidores do Sistema Penitenciário do Paraná (SINSSP) já, inclusive, elaborou uma proposta de quadro próprio que abrange agentes de apoio, execução, profissional e penitenciário. O texto foi apresentado à Secretaria de Estado da Segurança e Administração Penitenciário e está sendo analisado pelo setor técnico.

Para a presidente do SINSSP, Claudia Regina Lopes, afirma que a medida também repararia perdas históricas em gratificações. “É preciso solucionar essa injustiça. Muitos profissionais tem contato direto com o detento e devem receber sim Adicional por Atividade Penitenciária”, reivindica.
Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas