AMUNORPI cumpre recomendação do Ministério Público e comércio fica fechado até o dia 6 de abril


Uma reunião com os representantes da Associação dos Municípios do Norte Pioneiro (AMUNORPI) e representantes do Ministério Público definiu que inicialmente o comércio ficará fechado até o dia 6 de abril devido ao combate a pandemia do CoronaVírus (COVID 19).
A medida segue a determinação do Ministério Público e também Decreto do Governo do Estado.  O encontro aconteceu na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB) em Jacarezinho e contou com os prefeitos de Andirá (Ione Abib), Cambará (Neto), Carlópolis (Hiroshi Kubo), Conselheiro Mairinck (Alex Sandro), Jaboti (Lei da Lica), Jacarezinho (Sérgio Eduardo), Japira (Angelo), Joaquim Távora (Gélson), Jundiaí do Sul (Eclair), Pinhalão (Sérgio Rodrigues), Quatiguá (Adelita), Ribeirão Claro (Mário Pereira), Ribeirão do Pinhal (Wagner), Salto do Itararé (Paulo Sérgio), Santo Antônio da Platina (José Coelho Neto), Siqueira Campos (Fabiano Bueno) e Tomazina (Flávio Zanrosso) e o vice prefeito de Ibaiti Ulisses. 

Um dos pontos destacados é sobre o número de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) na região. Atualmente são dez leitos em Jacarezinho e outros dez no Hospital Regional do Norte Pioneiro em Santo Antônio da Platina que foi anunciado pelo governador Ratinho Junior que seria aberto em breve. “Precisamos ter os cuidados necessários. Pois temos poucos recursos neste momento”, alerta do prefeito platinense José Coelho Neto.
O prefeito de Cambará Neto destacou que nesta situação serão três crises enfrentadas. “A primeira é a saúde. Em seguida virá a social e consequentemente a financeira. Tudo isto irá afetar os municípios”, complementa o Chefe do Poder Executivo. 

Para o prefeito de Carlópolis Hiroshi Kubo é preciso encontrar uma medida no meio termo para dar a atenção na área da saúde e também na parte financeira. “Segundo técnicos o pico maior vai ser nas próximas semana, mas ainda temos o inverno. Corremos o risco de ficar cinco a seis meses fechados", enfatiza Hiroshi Kubo.
MEDIDAS
O prefeito de Tomazina Flávio Zanrosso destacou que seria necessária uma medida para todos os municípios caminharem juntos. “Esta situação poderá gerar uma crise grande e com isto o desemprego que pode causar”, explica. Os prefeitos tiveram debates explicando os pontos de vista e a realidade de casa município. 

A medida que o Governo do Estado e Prefeitura tomaram foram para que apenas serviços essenciais não interrompam seus serviços. “Inicialmente ficou decido pelos prefeitos que o comércio irá ficar fechado até o dia 6 de abril. Após esta data serão analisadas as medidas que estão sendo tomadas no Estado para poder analisar a abertura e como ela iria funcionar”, explica o prefeito de Jacarezinho e Presidente da AMUNORPI Sérgio Eduardo de Faria. 






Já segue nossas Mídias Sociais

Entre no nosso grupo do whats. CLIQUE AQUI
CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK. CLIQUE AQUI
SIGA NO INSTAGRAM. CLIQUE AQUI
SIGA O BLOGGER. CLIQUE AQUI
SIGA O LINKEDIN. CLIQUE AQUI


Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas