Com medidas recomendadas, comércio de Cambará abre na segunda-feira

O comércio de Cambará volta a funcionar na próxima segunda-feira, 06 de abril, depois da paralisação de duas semanas, em decisões compartilhadas pela Prefeitura de Cambará e ACEC – Associação Comercial e Empresarial de Cambará, que além de seguir orientações técnicas de segurança em saúde, para o isolamento social de pelo menos 14 dias, serviu também para que a Saúde do município agilizasse o trabalho de sua Unidade Sentinela, que vai congregar todos os casos de Saúde respiratórias enquanto vigorar a Pandemia desencadeada pelo novo CORONAVÍRUS (COVID 19), e para que o comércio se preparasse para atender seus clientes de acordo com normas técnicas de Saúde previstas pela Vigilância Sanitária.
A decisão foi tomada nesta sexta-feira, 03 de abril na Prefeitura, em reunião com a participação de diretores, associados e não associados da ACEC, do Comitê Municipal de gerenciamento do novo CORONAVÍRUS (COVID 19), formado por técnicos da Secretaria Municipal da Saúde e da Vigilância Sanitária e o prefeito Neto Haggi.
Para o prefeito Neto Haggi, a decisão de manter o comércio fechado por duas semanas foi muito difícil. “Não foi uma decisão fácil. Ao mesmo tempo que precisávamos cumprir decretos que vieram da Vigilância Sanitária, para nos prevenirmos em relação ao COVID 19, sabíamos que havia o comércio e seus comerciantes, trabalhadores, e muita gente que nestes dias ficaram sem trabalhar. Temos consciência de quanto a economia é importante para todos nós. Mas temos muita esperança, que a diminuição que ocorreu neste período de pessoas circulando em nossa cidade, vai representar vidas preservadas hoje e no futuro. Em comum acordo a maioria optou pela priorização da vida humana. O perigo ainda não passou. Mas, nestas duas semanas trabalhamos para preparar a nossa Unidade de Saúde Sentinela, para atender caso haja necessidade, todas as pessoas que apresentarem sintomas de saúde na área respiratória. O nosso comércio também se preparou, para se adequar às normas e regras repassadas pela Vigilância Sanitária. Vamos nos manter atentos e vigilantes para que sigam estas recomendações. A vida humana é prioritária, e portanto, estamos apelando a todos os comerciantes para que se adaptem as recomendações técnicas para segurança do meu senhor, da minha senhora, dos nossos jovens e de nossas crianças. Neste período também trabalhamos muito para que nossos idosos, que fazem parte da área de risco da contaminação do vírus, recebessem a vacina contra a Gripe Influenza, e hoje chegaram mais 2 mil doses, para imunizar aqueles que ainda não receberam, e durante todo o final de semana nossos profissionais da Saúde estarão imunizando aqueles que faltam”, explica o prefeito.
MEDIDAS RECOMENDADAS PELA VIGILÂNCIA SANITÁRIA –
MEDIDAS PARA O PÚBLICO:
• Só poderá entrar na loja um cliente por família. Crianças, em hipótese nenhuma serão permitidas;
• Consumidores com 60 anos ou mais, gestantes e lactantes só deverão serem atendidos caso haja muita necessidade – e terão preferência no atendimento, para não enfrentarem fila e nem esperarem por muito tempo;
• Antes de entrar, o consumidor precisará higienizar as mãos com álcool 70% (líquido ou gel) e limpar as solas dos sapatos em um pano molhado com solução de água sanitária (uma tampinha de água sanitária para 10 litros de água);
• Cada estabelecimento poderá ter apenas 1 pessoa (cliente ou funcionário) a cada 5 metros quadrados de área livre – o que dá em torno de 2 metros de distância entre uma pessoa e outra. Áreas internas e externas que geram filas (entrada, caixas, crediário e etc.) precisam contar com demarcações no chão apontando a distância mínima de 2 metros. Já o tempo de permanência máximo no estabelecimento será de 30 minutos por cliente;
MEDIDAS INTERNAS –
• Todo funcionário deverá usar máscara cirúrgica tripla de TNT ou dupla de tecido, trocada a cada 3 horas ou quando ficar úmida, caso utilize a máscara de tecido, a mesma deverá ser lavada com solução de água sanitária. Antes de serem descartadas as máscaras também deverão passar pela higienização com solução de água sanitária;
• Higienizar as mãos com álcool antes e depois de um atendimento;
• Balcões, máquinas para cartão, prateleiras e araras também deverão ser constantemente higienizados com álcool 70%;
• É proibido o consumo de qualquer tipo de alimento e bebida (exceto água) no interior do estabelecimento;
• Estão impedidos de retornar ao expediente, pessoas acima de 60 anos, grávidas e lactantes, bem como trabalhadores com comorbidades (diabetes, asma, bronquite, pressão alta, entre outros);
• Todo funcionário gripado deverá ser encaminhado para a Unidade Básica de Saúde Central para que seja avaliado e se necessário afastado por meio de atestado por 14 dias;
• Cada estabelecimento deverá atender com apenas 20% da sua capacidade máxima de pessoas, permitida pelo Corpo de Bombeiros;
• O estabelecimento comercial não poderá atender com todas as portas abertas, para que facilite o controle da quantidade de pessoas;
• O ambiente comercial deverá ser lavado todos os dias com água sanitária.

FONTE: Graça Maria




Já segue nossas Mídias Sociais

Entre no nosso grupo do whats. CLIQUEAQUI
CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK. CLIQUE AQUI
SIGA NO INSTAGRAM. CLIQUE AQUI
SIGA O BLOGGER. CLIQUE AQUI
SIGA O LINKEDIN. CLIQUE AQUI
- As aulas continuam suspensas ainda por tempo indeterminado.
Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas