Alvo de denúncia, viagens trouxeram R$ 9,85 milhões a Ribeirão Claro


Nos últimos 3 anos e meio chegaram ao município mais de R$ 9,85 milhões aos cofres públicos da prefeitura de Ribeirão Claro. Os recursos incluem verbas originadas de emendas e convênios com o governo federal (R$ 3,37 milhões) e estadual (R$ 6,48 milhões). As verbas vieram ao município graças ao trabalho desenvolvido pelo chefe do executivo municipal junto a deputados, senadores, secretarias e ministérios para custear aquisições de veículos, maquinários, equipamentos, obras e programas. Somente a compra de veículos totalizou mais de R$ 4 milhões.

Dividido pelo período, em média, em torno de R$ 252 mil chegaram aos cofres públicos a cada mês. Se por si só, o volume total impressiona, considerando-se a crise econômica, a diminuição nos repasses e arrecadação e o pagamento de todos os compromissos em dia, o total é ainda mais significativo. E foi fundamental para que os projetos e ações desenvolvidos pela prefeitura através das secretarias fosse concretizado. Entre os destaques estão a liberação de 110 casas populares pelo governador Ratinho Junior, construídas em parceria com a Cohapar e Caixa Econômica Federal.

Os cálculos não incluem projetos que ainda aguardam aprovação ou liberação, que totalizam mais R$ 9,58 milhões. A expectativa é que os novos recursos estejam disponíveis nos próximos meses.

Uso de diárias
Com relação a denúncia feita recentemente por vereadores da oposição sobre o uso de diárias, o prefeito Mario Pereira esclareceu que os valores foram empregados em viagens oficiais que tornaram possível a obtenção dos R$ 9,85 milhões em recursos durante os últimos 3 anos e meio. “Coloquei minha vida em risco na estrada muitas vezes, em busca de recursos para obras e equipamentos para o nosso município e, graças a Deus, nossa luta tem dado resultados positivos”, afirmou.

O chefe do executivo lembrou que apesar do volume de investimentos, todos os compromissos do município estão sendo quitados em dia, inclusive o pagamento de direitos trabalhistas como a 1ª parcela do 13º, depositada desde seu primeiro mandato (em 1997) sempre junto com o salário de junho. “Ainda há projetos aguardando liberação, mas o que foi concluído até agora já deixa claro nosso compromisso em trabalhar em favor dos ribeirão-clarenses”, avaliou.

Supostas divergências
Uma suposta divergência no valor de uma diária para uma cidade da região não passou de um erro de digitação do servidor responsável pelo abastecimento do Portal da Transparência, esclarece o secretário de Administração e Finanças, Afonso Dejaval da Silva. “A diária na verdade se refere a uma viagem a Curitiba nos dias 28 e 29 de maio de 2019, não para Curiúva”, esclareceu. “Já foi instaurada sindicância administrativa para apurar o fato e executar as devidas correções, mantendo a lisura e transparência que têm norteado a atual administração”, informou.

A informação de que duas viagens, para Jacarezinho e Curitiba, teriam sido feitas no mesmo dia, também não procedem, de acordo com o secretário. “A viagem para Jacarezinho aconteceu no dia 29 de março de 2019, enquanto a de Curitiba ocorreu entre os dias 8 e 11 de abril de 2019. “Essas informações podem ser confirmadas através dos empenhos 1387/2019, 1678/2019 e 2607/2019, que disponibilizamos a todos os veículos de comunicação da região, além do site e redes sociais da prefeitura”, concluiu.


FONTE: ASSESSORIA



Já segue nossas Mídias Sociais

Entre no nosso grupo do whats. CLIQUE AQUI
CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK. CLIQUE AQUI
SIGA NO INSTAGRAM. CLIQUE AQUI
Entre no nosso grupo do Telegram. CLIQUE AQUI
SIGA O BLOGGER. CLIQUE AQUI
SIGA O LINKEDIN. CLIQUE AQUI

Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas