Programa criado por Caputo permite que idosos e doentes crônicos recebam medicamentos em casa


O programa “Remédio em Casa”, do Governo do Estado, criado inicialmente com o nome de “Serviço de Entrega em Casa” pelo deputado estadual Michele Caputo (PSDB), tem sido um aliado aos idosos e doentes crônicos durante a pandemia do Covid-19.
Com esse serviço, quase 5 mil usuários cadastrados nas unidades da Farmácia do Paraná em Curitiba e Cascavel recebem medicamentos de alto custo e uso contínuo em suas residências. Os remédios são entregues pelos Correios, evitando assim com que idosos e doentes crônicos se desloquem até a Farmácia todo mês.“Em um momento como esse, em que pessoas do grupo de risco devem evitar se expor, receber esses medicamentos em casa também significa resguardar vidas”, comenta o deputado estadual Michele Caputo.

Histórico

A iniciativa foi criada em 2017, na gestão do então secretário de Estado da Saúde Michele Caputo. Desde então, o serviço foi ampliado e hoje contempla 49 medicamentos. Embora o programa tenha mudado de nome, a estratégia segue a mesma. “Fomos pioneiros no país. Isso só foi possível graças ao excelente quadro de farmacêuticos que temos no Estado. O nome do programa é o de menos, o que importa é o legado que foi deixado”, ressaltou Caputo.
Para ele, o desafio agora é levar o serviço para as demais regiões do Paraná. “Vamos lutar para que mais pessoas sejam beneficiadas. A ideia inicial era levar o Entrega em Casa para as 22 regionais de saúde do Estado, prezando sempre pela segurança e qualidade da assistência farmacêutica”, revelou.

Quem pode receber o remédio em casa

As pessoas que podem receber medicamentos em suas residências precisam atender os seguintes critérios
– Fazer uso de seis ou mais remédios, além dos que constam em um elenco de 36 remédios específicos de uso contínuo do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (CEAF) e do Elenco Complementar da SESA-PR (veja lista abaixo);
– Morar na área em Curitiba ou Cascavel;

Programa atende usuários desde 2017

Lançado em 2017, o programa “Serviço de Entrega em Casa”, da Farmácia do Paraná, passou por algumas ampliações durante os anos.
No início, ele apenas atendia as pessoas cadastradas na Farmácia da 2ª Regional de Saúde, com 60 anos ou mais, usuários de determinados medicamentos de uso contínuo e residentes no município de Curitiba, que aceitavam com antecedência o recebimento da medicação em casa.
No entanto, o programa foi se aprimorando para atender ainda mais os paranaenses. Passou a ser denominado “Remédio em Casa” e a atender residentes no município da 2ª Regional de Saúde, em Curitiba, independente da idade, que utilizam seis outros medicamentos, além dos 36 que constam no Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (CEAF) e do Elenco Complementar da SESA-PR.
Já em 2020, o serviço foi implantado na 10ª Regional de Saúde, com sede no município de Cascavel. A ampliação foi possível em função da parceria estabelecida com a Secretaria Municipal de Saúde de Cascavel.

Resultados

Até o final do primeiro quadrimestre de 2020, o serviço “Remédio em Casa” executado na Farmácia da 2ª Regional de Saúde atendeu a 4.307 usuários residentes apenas em Curitiba.
Em Cascavel, 406 pacientes cadastrados junto ao Componente Especializado da Assistência Farmacêutica na SESA-PR.

FONTE: ASSESSORIA MICHELE CAPUTO


Já segue nossas Mídias Sociais

Entre no nosso grupo do whats. CLIQUE AQUI
CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK. CLIQUE AQUI
SIGA NO INSTAGRAM. CLIQUE AQUI
Entre no nosso grupo do Telegram. CLIQUE AQUI
SIGA O BLOGGER. CLIQUE AQUI
SIGA O LINKEDIN. CLIQUE AQUI

Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas