Caputo pede a incorporação ao SUS de medicamentos para tratar a fibrose cística


A fibrose cística é uma doença genética rara, com aproximadamente cinco mil pacientes no Brasil. A doença causa a formação de secreções mais espessas que acometem vários órgãos, no pulmão esse acúmulo de secreções causa infecções graves. Medicamentos para o tratamento já existem, oferecendo uma maior expectativa de vida aos pacientes. Recentemente as medicações foram submetidas à análise da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (CONITEC) para decisão da inclusão ou não ao SUS e irão para consulta pública.
Os medicamentos kalydeco (ivacaftor) e orkambi (ivacaftor + lumacaftor) para o tratamento da fibrose cística apresentam resultados comprovados, a não incorporação na lista de tratamentos para a doença causa um grande prejuízo, alertou o deputado estadual Michele Caputo (PSDB), vice-presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Paraná.
Registradas no ano de 2018 na ANVISA, após a aprovação no FDA em 2012 e 2015. As medicações foram prescritas por médicos brasileiros e mais de trinta pacientes as utilizam atualmente no Brasil, a partir de determinações judiciais para o fornecimento.
Diante desta situação o deputado Michele Caputo irá encaminhar ao Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (CONASS) um ofício solicitando ao órgão a recomendação junto ao Ministério da Saúde, através da CONITEC e da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos, a incorporação dos moduladores e potencializadores no tratamento da fibrose cística no âmbito do SUS.
Conselhos estaduais de Saúde de São Paulo e do Ceará, já apresentaram requerimentos semelhantes, solicitando a celeridade aos processos de incorporação ao Sistema Único de Saúde (SUS), de modo a garantir que pacientes da doença tenham acesso a tratamentos que possam trazer melhora na qualidade de vida.

FONTE: ALEP


Já segue nossas Mídias Sociais?

ENTRE EM NOSSO GRUPO DO WHATS. CLIQUE AQUI
CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK. CLIQUE AQUI
SIGA NO INSTAGRAM. CLIQUE AQUI
Entre no nosso grupo do Telegram. CLIQUE AQUI

Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas