Pandemia trouxe visibilidade aos profissionais de saúde, diz Coren/PR


A presidente do Conselho de Enfermagem do Paraná (Coren/PR), Simone Peruzzo, disse nesta quarta-feira, 12, que a pandemia do coronavírus também trouxe visibilidade à categoria com demandas históricas ainda não cumpridas no país. Os profissionais, a maioria mulheres, fazem parte da linha de frente no atendimento da covid-19.

“Eu apelo aos senhores que se debrucem nas demandas da enfermagem que datam mais de duas décadas e transformem o reconhecimento em ações parlamentares. A pandemia trouxe visibilidade às lutas, os colegas estão em pleno sofrimento e não vejo até o momento nenhuma medida adotada pelas autoridades visando apoiar e proteger a categoria. Eu conto com o apoio dos senhores para que medidas efetivas sejam implementadas com o objetivo de proteger a sociedade, que é assistida por nós”, disse Simone Peruzzo na sétima reunião da Frente Parlamentar do Coronavírus.

Na sua exposição, a presidente perguntou: ‘O que foi feito pela enfermagem nesta pandemia?’. Simone discorreu sobre pautas históricas, agravadas com a pandemia, como afastamentos por suspeita ou contaminação e óbitos, falta de capacitação na área para atendimento em UTIs, subdimensionamento da equipe de enfermagem nos serviços de saúde, área adequada para descanso, piso salarial digno e compatível com a especificidade da profissão. "As condições de trabalho estão colocando em risco a própria saúde e, até mesmo, a vida dos profissionais".

Propostas - A frente parlamentar, coordenada pelo deputado Michele Caputo, acompanha as ações de resposta do poder público no enfrentamento à pandemia de covid-19, além de articular e ouvir as demandas dos diversos setores da sociedade atingidos pelos efeitos da pandemia e pós pandemia. “O propósito desta frente parlamentar é colocar todos os impactos da pandemia em debate", disse.

"Acolhendo a demanda da enfermagem, entreguei uma proposta referente à área digna de descanso para a categoria nos serviços de saúde e estou pedindo prioridade para que  entre em pauta o mais rápido possível na Assembleia. Também vamos acolher a carta aberta enviada pelo Coren para incorporar e aprofundar o debate dos temas apontados nas discussões”, garante Michele Caputo.

Também participaram com comentários as deputadas Maria Victoria (PP) e Mabel Canto (PS) e os deputados Soldado Fruet (Pros)e Nelson Luersen (PDT). “Ninguém está mais exposto do que a enfermagem nesta pandemia. O médico passa para ver o paciente, mas quem está o dia todo ao lado dele são os profissionais de enfermagem. Peço que a Simone repasse a nós as reivindicações. Vamos trabalhar em conjunto para tentar melhorar as condições de trabalho desses profissionais em todo o Paraná”, disse Luersen.


FONTE: ASSESSORIA



Já segue nossas Mídias Sociais?
ENTRE EM NOSSO GRUPO DO WHATS. CLIQUE AQUI 
CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK. CLIQUE AQUI
SIGA NO INSTAGRAM. CLIQUE AQUI
Entre no nosso grupo do Telegram. CLIQUE AQUI

Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas