Prefeitura de Londrina recebe as chaves de casas do Comando da Aeronáutica



Nesta terça-feira (13), o chefe da Seção de Avaliações e Perícias no Destacamento de Infraestrutura da Aeronáutica, Capitão Tayrone Pedroso Bueno, esteve em reunião na Prefeitura de Londrina, para tratar sobre a doação de 17 casas e de um terreno do Comando da Aeronáutica ao Poder Público Municipal. O objetivo do encontro foi debater as tramitações necessárias para dar prosseguimento a um processo de doação de dois espaços pertencentes à União, por meio do Comando da Aeronáutica. Com a doação, a Prefeitura de Londrina poderá cuidar dos espaços, dando a destinação social mais adequada.

Um deles engloba 17 casas, que eram utilizadas como Próprios Nacionais Residenciais (PNR) dos militares em exercício de cargo ou função na administração central do Ministério da Defesa. Com a desativação da Proteção ao Voo por parte dos militares e com a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) assumindo a responsabilidade, os militares da aviação foram transferidos para outras localidades do país. Com isso, as casas ficaram sem utilidade para o Comando da Aeronáutica. “Apesar de elas ficarem sem utilidade para o Comando, a responsabilidade continuou sendo da Aeronáutica. Então, há um interesse da Aeronáutica em dar um destino correto a esses imóveis e o caminho encontrado foi esse: da doação que estamos fazendo”, elucidou o Capitão.

As residências estão localizadas entre a Avenida Paul Harris e a Santos Dumont, com as Ruas Sacadura Cabral, de Pinedo e na Bagatelli. O outro espaço trata-se de um terreno, sem edificação, localizado nas proximidades do Hospital Universitário da Universidade Estadual de Londrina (HU/UEL).



Segundo o secretário municipal de Governo, Alex Canziani, as tratativas acontecem desde meados de 2018, quando ele era deputado federal. Na época, foi realizada uma reunião com no Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER), a secretária municipal do Idoso, Nádia Moura de Oliveira, e a atual deputada federal Luísa Canziani, onde foi pedido à União que doasse o espaço das 17 casas à Prefeitura Municipal.

Assim, o Município destinará as residências para projetos sociais da Secretaria Municipal do Idoso, especialmente, voltados às pessoas idosas em situação de vulnerabilidade social e econômica. “Para nós, é uma alegria muito grande receber o Capitão da Aeronáutica, que dará seguimento ao trabalho, que estamos fazendo desde quando eu era deputado federal. Será bom para a Aeronáutica, que hoje tem um custo para realizar a manutenção desses espaços, e bom para o Município de Londrina que vai possibilitar a criação de um espaço voltado para os idosos e mais moradias para a população que necessita”, disse Canziani.


TEXTO E FOTOS: ASSESSORIA PREFEITURA LONDRINA

Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas