“É uma emoção ver a importância que tem alcançado o Angra Doce”, ressalta Hiroshi Kubo

 


O prefeito de Carlópolis Hiroshi Kubo ressaltou sobre a importância que o projeto Angra Doce ganhou nos últimos anos. Instituída como a primeira Área Especial de Interesse Turístico Federal levou até a Marina Ilha Bela lideranças Federal, Estadual e regional.

“Temos o propósito de estarmos formalizando cada vez mais o interesse turístico que irá impulsionar o desenvolvimento do turismo, reformas de estradas, saneamento básico, saúde, obras, entre outros”, explica o prefeito Hiroshi Kubo.



Participaram do evento o Chefe da Casa Civil Guto Silva, o o secretário estadual de Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes, o Secretário Estadual de Infraestrutura Sandro Alex, o deputado federal Pedro Lupion, os deputados estaduais Romanelli e Alexandre Curi.



Com foco principalmente no turismo náutico e de natureza, a região integra também outros segmentos, como o turismo religioso, com a Rota do Rosário, e o turismo rural, a partir da Rota do Café. Angra Doce abrange cinco municípios paranaenses (Ribeirão Claro, Carlópolis, Jacarezinho, Siqueira Campos e Salto do Itararé) e dez paulistas (Barão de Antonina, Bernardino de Campos, Canitar, Chavantes, Fartura, Ipaussu, Itaporanga, Piraju, Ourinhos e Timburi).



REGULAMENTAÇÃO – Uma das ações do Governo do Estado para fomentar a exploração turística no entorno do reservatório de Chavantes, formado pela interseção dos rios Paranapanema e Itararé, é a regulamentação do licenciamento ambiental de uso e ocupação das margens do lago. Publicada na terça-feira (24), a portaria nº 276 do Instituto Água e Terra (IAT) institui o grupo de trabalho que vai remodelar uma antiga portaria que disciplina o uso dessa área.

Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas