Londrina ganha Centro de Atendimento à Pessoa com Deficiência



O sexta-feira, 27 de agosto, entra para a história da cidade de Londrina, com a assinatura da Ordem de Serviço para a construção do Centro de Atendimento à Pessoa com Deficiência, que promete ser referência estadual e nacional . A unidade será administrada pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paranapanema (Cismepar) e será voltada ao atendimento interdisciplinar e reabilitação de pessoas com deficiência intelectual, auditiva ou física, de natureza temporária ou permanente; progressiva, regressiva ou estável; intermitente e contínua.

A solenidade de assinatura do documento aconteceu na manhã desta sexta-feira (27), na sede da Prefeitura de Londrina, com a presença de prefeitos dos 21 municípios que integram o Cismepar, incluindo o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati; do secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, representando o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior; deputados federais e estaduais, vereadores e representantes de diversas instituições.

No Paraná, este é o quinto Centro Especializado de Reabilitação (CER) a ser implantado e pode chegar a beneficiar mais de 100 mil pessoas com deficiência que residem nos 21 municípios da Região de Saúde do Médio Paranapanema. Atuando de forma interprofissional e intersetorial, o local vai dispor de uma capacidade instalada para atendimento a cerca de 550 pessoas por mês.

A equipe do Centro será formada por cerca de 40 profissionais de diferentes áreas de atuação, incluindo fisioterapia, psicologia, nutrição, fonoaudiologia, medicina, enfermagem, serviço social, educação física, pedagogia, música e terapia ocupacional, entre outras.

O presidente do Cismepar e prefeito do município de Alvorada do Sul, Marcos Antonio Voltarelli, disse que quando se lembra que a cada cinco pessoas do Estado, uma possui algum tipo de deficiência, é possível mensurar a importância deste centro. “Esta conquista foi resultado de muito emprenho e trabalho, desde 2016, que agora está se tornando realidade e vai atender os 21 municípios da região do médio Paranapanema. É um dia de extrema felicidade e agradecimento a todos os que contribuíram com esta iniciativa”, expôs.



O prefeito Marcelo Belinati destacou que esta é a obra de maior dimensão social de Londrina, que vai proporcionar mais qualidade de vida e dignidade às pessoas com deficiência. “Hoje é um dia muito especial na minha vida e na história de nossa região, pois esta é uma obra de amor, de respeito e carinho às pessoas que mais precisam. Temos mais de 100 mil pessoas em Londrina e região que têm algum tipo de deficiência e o centro dará a oportunidade para elas possam fazer um trabalho de reabilitação, podendo voltar a desenvolver algumas funções de seus organismos e viver com mais qualidade de vida”, enfatizou.


FONTE: PREFEITURA DE LONDRINA

Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas