Pequenas cafeicultoras do Norte Pioneiro são homenageadas na Assembleia



Uma homenagem com cheirinho de fazenda. Mais precisamente, de café. No começo da sessão plenária desta terça-feira (21), os deputados Cristina Silvestri (CDN) e Luiz Claudio Romanelli (PSB) entregaram um título de menção honrosa a mulheres que integram a Associação das Mulheres do Café do Norte Pioneiro do Paraná. Teve cantoria. Teve emoção. E não é pra menos. Elas estão fazendo o Paraná se destacar no mercado de cafés especiais. Desde 2013 integram o projeto "Mulheres do Café", quando essas pequenas agricultoras da região, que já plantavam, manejavam e colhiam café, passaram por capacitação feita pela antiga Emater, hoje Instituto de Desenvolvimento Rural (IDR), para que pudessem conhecer como funciona a produção de cafés especiais, gerando valor e renda à pequena propriedade rural, como conta a coordenadora do projeto no IDR, Cíntia Mara Lopes de Souza.

Atualmente, são mais de 250 mulheres (ou famílias) atendidas. Depois de disputar diversos concursos, o café está entre os cinco melhores do estado. Mas os benefícios não param por aí. O café já está sendo exportado. A presidente da Associação, Claudionira Inocência de Souza, a Nira, aprendeu a lidar com o café com as mulheres da família.  E atribui o sucesso do projeto a elas e também a uma característica que é feminina: a persistência.

Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas