Qualidade do café de Carlópolis é referência para o Paraná, avalia Romanelli



O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) disse nesta segunda-feira, 13, que o café de Carlópolis fortalece a economia do Norte Pioneiro e do Paraná, pela qualidade e tecnologia empregados na produção. Segundo ele, o município é referência no Estado, por conta da alta produção de café de qualidade.


“São cerca de 5 mil hectares de plantação, que produzem 10,4 mil toneladas de café por ano. Isso ajuda o Paraná a se manter como o sexto maior produtor no País, atrás de Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Bahia e Rondônia. Mas, com dedicação e trabalho e o apoio do Estado, podemos melhorar ainda mais essa classificação”, avalia Romanelli.

Queda — Apesar da crescente produção cafeeira em Carlópolis, o Paraná deve registrar queda na safra deste ano. Dados da Secretaria Estadual da Agricultura e do Abastecimento estimam que a produção do café em 2020 deve ser de 870 mil sacas. “A estiagem provocada por conta da crise hídrica provocou impacto na produção de café do Paraná, que pode sofrer uma queda de 10%. No entanto, o valor de venda ainda é positivo para o produtor, já que as geadas ocorridas no inverno fez com que o valor da saca, em algumas localidades, ultrapasse a R$ 1 mil”, aponta Romanelli.

O Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná-Iapar-Emater considera que a contribuição do Norte Pioneiro para a melhoria da produção, agrega valor, qualidade e eficiência na comercialização do café. Romanelli diz que o esforço de cafeicultores, técnicos do IDR-Paraná e Governo do Estado ajudam na produção do melhor café do Brasil.

O deputado observa que o Norte Pioneiro sempre foi um grande produtor de café. Na década de 1970, o produto era a principal fonte de receita dos trabalhadores e dos municípios. Com a geada negra, os cafezais foram parcialmente destruídos e o “ouro verde” deu lugar à diversificação da lavoura. “Houve um avanço nas últimas décadas, com incentivo à produção de café de qualidade, o que destaca a produção do Norte Pioneiro no Brasil e no mundo como uma das regiões produtoras do melhor café do planeta”.
Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas