Em ação, administração municipal lança plano de retomada econômica de Ibiporã, em parceria com o SENAI/PR



Em tempos onde a gestão pública assume o protagonismo na tomada de decisões eficazes diante do delicado cenário vivido, tornam-se ainda mais importantes as medidas que visam minimizar os impactos socioeconômicos da pandemia.

Foi pensando nisso que aconteceu, na segunda-feira (28), o lançamento do Plano de Retomada Econômica, no Centro Tecnológico do Trabalhador de Ibiporã (CTT). Uma ação do Executivo Municipal que, por meio da contratação do SENAI/PR através da Secretaria do Trabalho e Economia Solidária, promoverá apoio no planejamento, na implantação e na execução deste plano, promovendo um pacote de ações voltadas para a retomada da economia e do desenvolvimento local.

Presente na solenidade de lançamento, o prefeito José Maria Ferreira registrou: “Quando vejo presentes aqui, empresários que puderam testemunhar conosco a formação, e o que temos hoje no Condomínio Empresarial Ibiporã e no Parque Industrial Nene Favoreto, fico muito feliz e referencio Fabrício Pires Bianchi, gerente da Unidade Norte do SENAI/PR, que disse aqui, há pouco, que não fazemos nada sozinhos, uso disso para cumprimenta-los. Juntos, com dedicação, respeito e transparência conquistamos, enquanto família ibiporaense que somos, pela nossa cidade, preciosas oportunidades através destas iniciativas. Aproveito ainda deste mantra pronunciado sempre durante a nossa caminhada, para falar sobre estas ações anunciadas hoje, elas são alicerces para práticas como as que mencionei há pouco, grandes projetos nascem de iniciativas como essas, que enquanto administração municipal, promovemos no passado, estamos promovendo no presente e assim continuaremos no futuro.”

O contrato com o SENAI/PR que permite iniciativas de fomento, economia, inovação e tecnologia foi assinado no dia 15 de junho deste ano e engloba as seguintes ações:

1. Diagnóstico e elaboração de um Plano de Ação na área de Inovação e Tecnologia;

2. Apoio na execução do Plano de Ação de Inovação e Tecnologia;

3. Implantação do Programa Municipal de Compras Públicas;

4. Plano de Retomada da Economia;

5. Planejamento Estratégico do Município;

6. Capacitação em Liderança;

7. Programa de Aceleração para Microempreendedores Individuais;

8. Implantação do Programa de Agricultura Familiar (cultivo de orgânicos).

A execução do diagnóstico e do plano de ação na área de inovação e tecnologia foram iniciados em agosto e realizam um mapeamento das competências produtivas e técnico-científicas instaladas de Ibiporã, combinando com uma análise de tendências e cenários, definindo assim as oportunidades na temática da inovação, para na sequência desenhar e potencializar o ecossistema local.

Neste dia 28 (segunda-feira), aconteceu o lançamento de outro programa que também está contido nestas importantes ações da administração municipal, em parceria com o SENAI/PR, o Plano de Retomada da Economia. Esta é uma ação onde a governança e as entidades empresariais, juntas, irão diagnosticar o quanto a pandemia afetou a economia da cidade, e a partir disso, oferecerão uma série de soluções para a alavancagem das empresas e da economia.

Também presente na solenidade, Marcelo Juliano Machado, presidente da Associação Comercial e Empresarial de Ibiporã (ACEIBI), registrou: “Trabalhar com planejamento ainda é um diferencial, já deveríamos tê-lo como padrão, mas não é o que costumeiramente acontece. Por isso parabenizo à administração municipal, ao prefeito José Maria e a todos os secretários municipais por estas ações e pelo Plano de Retomada da Economia, em parceria com o SENAI/PR. A Associação (ACEIBI) se alegra em testemunhar este zelo pela nossa cidade, por sua economia e coloca-se à disposição constante.”

A definição do plano de ação com viés econômico é colocada em prática por meio das seguintes fases:

  1. Criação de uma força-tarefa composta pelo Poder Público e entidades da iniciativa privada;
  2. Levantamento de dados secundários econômicos verificando o impacto econômico causado pelo COVID-19 em Ibiporã;
  3. Pesquisa primária junto a aproximadamente 400 empresários da cidade, de diversos setores, que permitirá verificar as atividades mais afetadas e em que dimensão;
  4. Estruturação de um plano de ação visando suprir as principais carências econômicas apontadas nos levantamentos e pesquisas;
  5. Apoio na execução do plano de ação, com formação de grupos de trabalho;
  6. Monitoramento das ações, previstas 600h de consultoria.

Fabrício Bianchi, gerente da Unidade Norte – Londrina, do SENAI/PR, também em discurso, completou: “Buscamos sempre por parcerias consistentes como esta que temos, há longa data, com Ibiporã. A cidade tem capacidade, e agora com sua administração e esta equipe que se preocupa tanto com o cenário da pandemia em relação às pessoas físicas, mas também jurídicas vamos juntos contribuir com a sociedade ibiporaense da melhor maneira possível através das inúmeras ações que firmamos, inclusive, por meio do Plano de Retomada Econômica.”

Na mesma data, o prefeito José Maria Ferreira sancionou a Lei Municipal nº 3138, que trata do programa Ibiporã mais empreendedorismo, o PIME e a Lei Municipal nº 3139que trata sobre a destinação de recursos no valor de R$150 mil, a título de garantia, para a geração de crédito no valor de R$1 milhão e meio de reais beneficiando microempreendedores individuais, micros e pequenas empresas como medida de apoio à retomada neste momento pandêmico vivido. Os projetos que deram origem a elas, são de autoria do Executivo Municipal, foram encaminhados à Câmara de Vereadores, aprovados por ela e na data de 27 de setembro, foram sancionadas enquanto Leis.

Todas as iniciativas estão sendo promovidas pelo desenvolvimento de Ibiporã, em respeito ao cidadão e às dificuldades vividos neste momento pandêmico, com transparência, planejamento, gerando oportunidades aos empreendedores e pela transformação do presente.

Como estes, a administração municipal tem empregado esforços para diagnosticar os efeitos econômicos da pandemia, e a partir disso realizar uma série de ações para minimizar os impactos socioeconômicos da pandemia, impulsionar as empresas e a economia local. Para isso, conta com a parceria com o SENAI/PR, instituição de inquestionável reputação técnica, ética e profissional, para a implantação desse conjunto de ações, com metodologias já validadas e desenvolvidas com sucesso em outros territórios.

Na solenidade também esteve presente a imprensa local; além de empresários da cidade; membros do SENAI/PR; vereadores de Ibiporã e secretários municipais.



FONTE: PREFEITURA DE IBIPORÃ

Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas