Prefeitura e IFPR firmam parceria para instalação de campus em Cambé



A Prefeitura de Cambé, por meio da Secretaria de Educação, e o Instituto Federal do Paraná assinaram um acordo de compromisso para a instalação de um Centro de Referência do Instituto Federal na cidade no prédio onde funcionava o Colégio Sesi. O acordo contou com articulação da deputada federal Luísa Canziani.

Segundo a secretária de Educação, Estela Camata, o Instituto Federal já vem atendendo na cidade, desde agosto, com um curso online de inglês e a assinatura do compromisso é o próximo passo para que a cidade conte com uma unidade da instituição. “Agora nós vamos ampliar esses oportunidades e possibilitar o ensino no modelo presencial. Nesse centro, nós vamos conseguir oferecer cursos técnicos e de graduação para a população cambeense”, comemora.



Camata pontua que essa conquista é muito importante para a cidade. “Nós vamos poder profissionalizar e oferecer a oportunidade de uma graduação para a nossa população. E o melhor de tudo é que vai ser gratuito”, destaca. De acordo com ela, o processo seletivo vai ser por meio de um vestibular, assim como já acontece em universidades. Para a deputada Luísa, a criação de uma unidade do instituto federal em Cambé irá contribuir para a qualificação de jovens e adultos por meio do ensino público gratuito e de qualidade. “O crescimento do nosso País passa pelo ensino profissional e tecnológico. Precisamos reconhecer o papel que a rede federal tem no papel de formação e na qualificação dos jovens. E Cambé, município em pleno crescimento econômico e que concentra muitas indústrias, merecia uma unidade do nosso instituto ”, salienta a deputada.

Gleice Rocha Almeida, coordenadora de ensino do Instituto Federal do Paraná, explica que o local escolhido para receber esse Centro de Referência na cidade fica na Rua da Lapa, 160 – Jardim Morumbi – antigo colégio Sesi – e que o ambiente é ideal, com salas de aula espaçosas e laboratórios. “A nossa primeira ação foi conhecer o espaço para entender de que forma podemos agir e para fazermos um levantamento das demandas da cidade”, esclarece. De acordo com Almeida, a opinião da comunidade vai ser fundamental para a definição dos cursos, mas que, a princípio, vão ser cursos de informática, biotecnologia, magistério, prótese dentária, técnico em enfermagem, na área de alimentos dentre outros.

“Nós temos um corpo docente preparado para atender a demanda desses cursos, mas o início deles depende de algumas definições internas do instituto”, explica. Segundo a coordenadora, a expectativa é começar com os cursos presenciais já no início de 2022, mas que existe a possibilidade de antecipar esse início por meio de um modelo híbrido. “A nossa intenção é começar o quanto antes, mas vamos adaptando conforme a necessidade”, finaliza Gleice Rocha Almeida.

O prefeito Conrado Scheller participou da reunião e comemorou a aproximação com o Instituto Federal do Paraná. “É uma grande conquista para a população cambeense, que vai poder se qualificar para o mercado de trabalho. Estamos voando alto no quesito desenvolvimento e geração de postos de trabalho, mas há uma carência ainda de mão de obra qualificada. Estes cursos que o instituto trará para Cambé vão acabar com esse problema”, pontua o prefeito.


FONTE: PREFEITURA DE CAMBÉ

Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas