Prefeitura de Ivaiporã evita devolução de recursos ao Ministério da Saúde e abre UPA 24h em 10 meses de gestão



A partir do dia 19 de novembro, a população de Ivaiporã passou a ser atendida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h), deixando de se consultar no Pronto Atendimento (Hospital Municipal). A construção do prédio da UPA foi iniciada em meados de 2013, pela 1ª gestão Carlos Gil, com recursos do Governo Federal, na faixa de R$1,4 milhão, e finalizada em 2016, quando foi instalado informalmente o Samu 192 – até outubro de 2021. Em seguida, transferido para outro imóvel para que a UPA 24h pudesse ser inaugurada com 854 m2 de construção. 

A Prefeitura de Ivaiporã investiu R$81 mil em reparos e pinturas, enquanto os equipamentos foram adquiridos com recursos do Governo Federal, no valor de R$600 mil, por meio de emenda parlamentar do deputado federal Sérgio Souza, e R$120 mil do Governo Estadual (Rede de Urgência e Emergência). 

Recursos quase devolvidos
Quando Cristiane Pantaleão assumiu o Departamento Municipal de Saúde de Ivaiporã foi informada que a Prefeitura teria que devolver ao Ministério da Saúde os recursos destinados à aquisição dos equipamentos, que foram repassados na gestão 2017/2020, e que seriam devolvidos por falta de investimento na UPA 24h. “Em seguida, liguei para Brasília e recomeçamos o processo para impedir a devolução dos recursos e poder investir na UPA 24 de Ivaiporã. Felizmente, conseguimos”, explicou a diretora. 
A presidente da Câmara de Vereadores, Gertrudes Bernardes, avisou que o Legislativo está à disposição para aprovar os projetos que beneficiem o município e a população. “Após 5 anos, a administração municipal inaugura a UPA e outra era na saúde do município”, garantiu a vereadora.  
Sobre a estrutura da UPA 24h o deputado federal Sérgio Souza observou que foi equipada com alta tecnologia e parabenizou o prefeito Carlos Gil, a diretora do Departamento Municipal de Saúde, Cristiane Pantaleão, e a Câmara de Vereadores pela aprovação dos investimentos. 
O presidente da Assembleia Legislativa, Ademar Traiano, considerou a inauguração da UPA 24h um marco na gestão 2021/2024. “O prefeito Carlos Gil e o vice-prefeito Marcelo Reis têm visão diferenciada com as pessoas que precisam de atendimento médico. Por isso, merecem o meu respeito e a minha admiração. Afinal, a saúde é uma das áreas mais difíceis de lidar no poder público”, garantiu Ademar Traiano. 
“Em janeiro, a prioridade foi dada à compra dos materiais e equipamentos de urgência e emergência da UPA 24, porque algumas licitações podem demorar 6 meses. Mas recebemos a tempo de inaugurá-la”, declarou o prefeito Carlos Gil, afirmando tratar-se de uma grande mudança em prol da saúde da população. 
Também participaram do ato solene o secretário de Atenção Primária a Saúde, Rafael Câmara Medeiros Parente – representando o ministro da Saúde, autoridades municipais, regionais e estaduais. 

Atendimento 
A equipe é formada pela coordenadora Maria Angélica Paiva Oliveira, diretor clínico Vanderson Miguel Costa, 5 médicos plantonistas, 4 enfermeiros, 12 técnicos de enfermagem, 9 serviços gerais, 1 administrativo, 4 recepcionistas, 4  técnicos em raio-x,  apoio da equipe multiprofissional com assistente social, psicóloga, fisioterapia e nutricionista. 
Além do serviço de ortopedia e pediatra, entre as 17h00 e 23h00, a equipe foi reforçada com 2 médicos clínico geral para agilizar os atendimentos. A UPA mantém o paciente em observação por até 48 horas, com 12 leitos, 3 de emergência (sala equipada com ventilador mecânico, bombas de infusão, cardioversor, monitor cardíaco, eletrocariógrafo), 2 leitos de observação pediátrica, 4 leitos de observação adulto, e 2 de isolamento para doenças infectocontagiosas com antessala para paramentação da equipe.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Ivaiporã - Lúcia Lima

Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas