Prefeitura prorroga suspensão das aulas presenciais do ensino municipal



O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, assinou, nesta segunda-feira (31), o decreto no 605/2021, que prorroga a suspensão das aulas presenciais no município até 14 de junho. A medida estabelece a continuidade das atividades remotas, de forma virtual, nas unidades municipais de ensino. O texto integral do decreto pode ser lido no Jornal Oficial do Município, edição nº 4.365.

Permanece autorizado o atendimento pedagógico para alunos do P4 ao 5º ano com, no máximo, cinco crianças por sala, seguindo todos os protocolos sanitários. Essa medida, realizada através de agendamentos feitos pelas escolas, é voltada para todos os alunos, em especial aqueles que se encontram em situação de vulnerabilidade social. As crianças que apresentam dificuldades consideráveis de aprendizado deverão ser atendidas mais de uma vez por semana.

A prorrogação da suspensão do ensino presencial é válida para todas as unidades escolares de Londrina, abrangendo 88 escolas municipais e 35 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), além dos 56 Centros de Educação Infantil (CEIs) filantrópicos conveniados ao Município. As demais escolas e instituições de ensino, públicas e privadas, deverão seguir o regramento instituído pelo governo do Paraná, por meio de decreto estadual.

O prefeito Marcelo Belinati comentou hoje (31), que o município prorrogou a suspensão das aulas e simultaneamente, recorreu da decisão judicial que determinou o retorno às aulas. “Respeitamos a decisão da Justiça, mas entendemos que não é o momento para o retorno presencial. Nós continuamos realizando o atendimento pedagógico, principalmente das crianças em situação de risco, com todos os cuidados de saúde e segurança. Estamos monitorando os desenvolvimentos da situação epidemiológica, e todas as nossas decisões são tomadas segundo critérios técnicos e científicos”, afirmou.


FONTE: PREFEITURA DE LONDRINA

Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas