Governo do Estado propõe piso salarial de R$ 5,5 mil para todos os professores da rede pública



Nenhum dos mais de 66 mil professores vinculados à rede estadual de educação vai receber menos de R$ 5.545 por mês a partir de janeiro de 2022. O incremento em relação ao atual piso salarial em vigor no Estado (R$ 3.730) para 40 horas/aulas semanais é de 48,7% e vai beneficiar mais de 22,4 mil profissionais em começo de carreira, entre servidores efetivos e temporários, além de ter reflexo na remuneração dos demais docentes que pertencem a outras classes salariais.

A nova base de vencimentos, anunciada pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior nesta segunda-feira (6) durante evento no Palácio Iguaçu, integra um pacote de ações construído pelo Governo do Estado como forma de valorizar o magistério e dar prosseguimento ao processo que busca fazer do Paraná o estado com o melhor sistema educacional público do País.

O projeto de lei encaminhado à Assembleia Legislativa contempla ainda a manutenção do pagamento do vale-transporte (R$ 842), implantação de gratificação de R$ 800 a partir de janeiro e a manutenção do atual mecanismo de progressão de carreira. O investimento é de R$ 674,4 milhões e conta com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb).

“É um dos maiores aumentos salariais do País já oferecidos para a categoria. Queremos com isso valorizar cada vez mais nossos professores, profissionais que passaram toda a pandemia buscando saídas e estratégias para oferecer o melhor ensino para os nossos alunos. Eles são os responsáveis pelo futuro do Paraná, então nada melhor do que remunerá-los da melhor forma possível”, afirmou o governador.

Ratinho Junior lembrou que essa é mais uma medida na estratégia de fazer com que o Paraná tenha a melhor educação do Brasil – o Estado saltou do 7º para o 3º lugar no ranking nacional segundo levantamento mais recente do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Ele citou, ainda, programas já implementados pela rede pública, como o oferecimento de aulas de robóticaprogramaçãolínguas e educação financeira, entre outros, além da possibilidade de intercâmbios internacionais por meio do projeto Ganhando o Mundo, como iniciativas que modernizaram o sistema de ensino paranaense.

“Esse novo piso equivale a cerca de oito anos na progressão salarial de um professor. Ou seja, o Governo do Estado está antecipando o reajuste, oferecendo um salário que eles só receberiam próximo a 2030. E vale ressaltar que tudo isso será implementado sem colocar em risco a saúde financeira do Estado, acompanhando um planejamento da Secretaria da Educação e do Esporte em parceria com a Secretaria da Fazenda”, destacou Ratinho Junior.

O objetivo do governo, explicou o secretário de Estado da Educação e do Esporte, Renato Feder, é tornar o início da carreira no magistério público ainda mais atraente, equiparando os vencimentos base dos trabalhadores temporários, do Processo Seletivo Simplificado (PSS), ao do Quadro Próprio do Magistério (QPM), atendendo a uma demanda histórica da categoria.

“Estamos falando de algo muito significativo, nivelando o ponto de partida de todos os professores do Paraná. Além disso, ao todo, no ano que vem, cada professor receberá quase R$ 10 mil em gratificações, com um reajuste médio para toda a categoria de 20%. Isso sem mexer em nenhum direito dos profissionais”, comentou Feder.

A proposta estadual contempla outras duas adequações às legislações vigentes no País. A pedido do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), o vale-transporte deixa de ser pago durante o período de férias dos professores e também não terá mais reflexo sobre o 13º salário. Já como forma de unificação dos regimentos trabalhistas, o adicional noturno passará a ser contabilizado a partir das 22 horas.



FONTE: AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

Área educacional de Jacarezinho passa por melhorias

Os estabelecimentos de ensino de Jacarezinho estão passando por melhorias constantes. No início do ano, durante uma entrevista ao Blog do Marcos Junior o prefeito Marcelo Palhares e a vice-prefeita, que também responde pela Secretaria Municipal de Educação, Patrícia Martoni ressaltaram sobre os investimentos.



Um dos integrantes da visita foi o vereador Dorival de Souza, o Val. “É uma ação muito importante que está sendo realizada. Pois são melhorias para todos os profissionais da educação e também aos alunos”, comenta.



Outro vereador que acompanhou as etapas de reformas realizadas foi José Roberto de Souza Assis, o Betão da Curva. “Estamos vendo diariamente que são várias ações que estão sendo realizadas neste setor. Parabéns a todos que atuam este setor, pois estamos vendo que cuidados para a volta às aulas estão sendo tomados e as melhorias para os estabelecimentos de ensinos já encaminhados”, finaliza o vereador Betão da Curva.







Agenda cultural da Prefeitura tem Flim, música, cinema e teatro



Mal terminou um grande evento, a Prefeitura de Maringá se prepara para outro essa semana. A Secretaria de Cultura realizou a Virada Cultural no último sábado (4), com 14 horas seguidas de shows e apresentações e, na próxima quarta-feira (8), dará início à Festa Literária Internacional 2021 (Flim). O secretário de Cultura, Victor Simião lembra que a arte em Maringá tem um grande potencial de consumo e que o Município vai trabalhar para fazer ainda mais eventos em 2022.


A Flim tem como tema “Memórias” e acontecerá de forma híbrida, com atividades online e outras presenciais no Centro de Ação Cultural (CAC), na avenida XV de Novembro, reunindo mais de 20 convidados. As ações prosseguem até o dia 12. 

CONVITES - O tradicional “Convite” terá três edições essa semana. Na quinta-feira (9), às 20h, acontece o Convite à Música, com “Tributo a Anacleto de Medeiros”, com a Camerata Choro ao Vento. A apresentação será no Teatro Barracão.

Na sexta-feira (10), às 20h, o Convite ao Cinema apresentará o filme “Little fish” (de Chad Hartigan, 2021), no auditório Hélio Moreira, anexo ao Paço Municipal. E o Convite ao Teatro, também às 20h, com a peça “Urbana”, de Glaucy Fragoso, no Teatro Barracão. 

MODERNO - Outro evento importante que acontecerá ainda em dezembro será o Seminário de Arte Contemporânea, entre 14 e 17 de dezembro. A Secretaria de Cultura também prepara um final de ano com muita arte e cultura em praças e parques da cidade. Serão espetáculos gratuitos e a agenda será divulgada nos próximos dias. 

A gestão Ulisses Maia ampliou as verbas nos editais culturais, danos mais opções para o público e mais oportunidades para artistas e produtores locais.

• Confira o site da Flim 2021


FONTE: PREFEITURA DE MARINGÁ

Senador tem que defender a agenda do Estado, diz Romanelli



O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) afirmou nesta segunda-feira, 6, que o Paraná precisa renovar a representação no Senado Federal. Para ele, o senador tem a obrigação de defender a agenda estadual. “Defender ideias próprias ou partidárias é saudável. Mas precisamos de senador vinculado às causas do Paraná”, avalia Romanelli.


Segundo ele, o afastamento dos senadores das questões do Estado tem sido uma grande falha da representação do Paraná. “O Paraná tem que ter representação maiúscula em Brasília”, considerou Romanelli durante entrevista na rádio Jovem Pan de Curitiba. Para o deputado, esta é uma situação que vem se repetindo ao longo dos últimos anos.


O deputado lembra que quando era secretário estadual do Trabalho, Emprego e Economia Solidária, entre 2011 e 2014, e presidiu o fórum federal de secretários desta área, teve muitas dificuldades para avançar na defesa de temas importantes, entre eles a criação do Pronatec - Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego.  


“Quantas vezes nas negociações com o governo federal tive que me socorrer com senadores de outros estados porque os nossos não queriam dialogar”, recordou ele. “Tivemos outras questões importantes e eu não tinha um senador para buscar apoio. Quem atua no plano federal sabe disso”.


Candidatura - Sobre uma possível candidatura a senador, Romanelli disse que este é um processo em avaliação. “O meu nome tem aparecido e começou a surgir por conta de pesquisas de opinião”, ressalta ele. Para o deputado, a eleição para a presidência, com a entrada de Sérgio Moro, e a confirmação de Lula e Bolsonaro, deverá alterar o quadro político no Paraná e ter reflexos na disputa ao Senado.


“O voto conservador que normalmente iria para o Alvaro Dias poderá ser dividido. Abre espaço para uma candidatura de centro-esquerda. Para alguém que consiga alinhamento político com o ex-presidente Lula e que tenha capacidade de conversar com a sociedade civil organizada e com o setor produtivo. É uma candidatura para transpor esses espectros partidários e que dialogue a favor do Estado”, analisou Romanelli.

Carlópolis lidera produção de lichia no Paraná



 A Secretaria Estadual da Agricultura e do Abastecimento aponta Carlópolis, no Norte Pioneiro, como o maior produtor de lichia do Paraná. O levantamento, referente ao período de 26 de novembro a 2 de dezembro, é dos técnicos do Deral (Departamento de Economia Rural).

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) destacou nesta quinta-feira, 2, a importância da fruticultura do Norte Pioneiro para a economia do Paraná. “A produção agrícola da região tem a fruticultura forte e diversificada. Além disso, a agroindústria do Norte Pioneiro está presente em todo o Estado, com produtos de qualidade”, disse.O Paraná é o terceiro maior produtor de lichia do Brasil, somente São Paulo e Minas Gerais estão na frente. Segundo o Deral, no ano passado foram plantados 172 hectares, que produziram 1,3 mil toneladas da fruta. A cultura alcançou VBP (Valor Bruto de Produção) de R$ 11,7 milhões. O preço médio ficou em R$ 12,27 o quilo.Ceia de natal — Considerada a “fruta das festas de final de ano”, a lichia é uma das iguarias que integram as ceias de natal, tanto pelo sabor inigualável quanto pela decoração das mesas natalinas. O Norte Pioneiro é o maior produtor do Estado. As regiões de Jacarezinho – responsável por 63,7% da produção, Carlópolis responde por 38,7% da safra – e de Cornélio Procópio (18,3%) concentram a maior participação da fruta no mercado.

Posto da Defensoria Pública na Assembleia Legislativa completa um mês com 165 atendimentos



Nesse primeiro mês de atendimento do posto da Defensoria Pública instalado na Assembleia Legislativa do Paraná já foram realizados mais de 165 atendimentos, entre os mais variados temas. Desde uma simples dúvida sobre uma cobrança na conta de água até a conciliação em um caso de divórcio que se arrastava desde 2018.

E os números de atendimentos não param de aumentar. No início de novembro era uma média de 10 atendimentos na semana, um mês depois os casos atendidos já são 60 semanais. A decisão de instalar o posto da Defensoria na Assembleia ocorreu em 2019, mas somente em 2021 foi concretizada e foi uma decisão acertada, como disse o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano (PSDB). “Muitas vezes essas pessoas não conseguem chegar em outras instituições. A Assembleia é uma Casa democrática e permite essa possibilidade. Realmente a Assembleia está no caminho certo, propiciando esse atendimento, principalmente àquelas pessoas que mais precisam do poder público, que estão sendo prestigiadas e atendidas aqui no posto da Defensoria Pública”.

O número expressivo de atendimento em um mês de atividade também chamou a atenção do primeiro secretário da Assembleia Legislativa, deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB). “Quando discutimos, com o então defensor público-geral Eduardo Abraão, a criação da Defensoria aqui na Assembleia tínhamos a consciência da demanda que temos recebido do cidadão em busca dos seus direitos e a Defensoria faz esse papel de forma extraordinária. Já temos atingimos 60 atendimentos semanais, é um número muito expressivo e a Assembleia ainda está funcionando parcialmente com todas as restrições por conta da pandemia’, disse. “Essa parceria com a Defensoria é a favor do interesse público e estamos satisfeitos com esse desempenho e tenho certeza que vamos trabalhar muito nesses próximos anos. Temos aqui uma equipe boa, gente jovem, disposta e dinâmica. Para nós é fundamental, são pessoas engajadas no que fazem”, completou.

Novo projeto

A parceria entre a Assembleia Legislativa do Paraná e a Defensoria Pública é parte de um projeto piloto de descentralização e funciona como um braço da Defensoria, e que tem como função ajudar a população carente no acesso à justiça gratuita.

No posto, que fica na entrada do prédio do Plenário, os servidores da Defensoria realizam o atendimento inicial, com acolhida e escuta da situação, identificação da demanda, orientação jurídica, tentativa de resolução extrajudicial, encaminhamentos aos órgãos e instituições responsáveis pelo atendimento com devido acompanhamento, bem como a prestação de informações processuais administrativas ou judiciais já existentes em nome do cidadão.

“É um projeto novo e o balanço até aqui é muito positivo. Temos uma procura cada vez maior por pessoas que vem aqui no posto da Assembleia, que é uma porta de entrada para o serviço da Defensoria. Aqui fazemos atendimentos de orientação extrajudicial e conciliações, facilitando a vida do cidadão”, relatou o defensor público-geral do Paraná, André Giamberardino.

Ele destaca que os atendimentos são nas mais variadas áreas, inclusive direito do consumidor. “Especialmente nas áreas da família e cíveis. Aqui na Assembleia iniciamos também atendimento na área de direito do consumidor. Porque são áreas que permitem soluções extrajudiciais”.

O defensor público e coordenador de projetos especiais da Defensoria Pública, Matheus Cavalcanti Munhoz, responsável pelo posto de atendimento na Assembleia, disse que os números de atendimento tendem a aumentar na medida que as pessoas tomam conhecimento do serviço que está sendo realizado. “Tivemos um crescimento muito significativo no curto período de tempo que estamos fazendo atendimento. A cada semana a gente percebe esse aumento. Na semana passada fechamos com 50 atendimentos, nessa semana fecharemos em 60. Ainda não podemos falar em estabilização, porque quanto mais as pessoas conhecem, mais vocês divulgam nosso atendimento, a tendência é seguir em alta”.

Em relação aos casos atendimentos, ele também aponta a variedade dos temas e destacou uma situação que ocorreu nesta semana, a conciliação em um caso de divórcio, que se arrastava desde 2018. “São os mais variados tipos de casos, envolvendo direitos básicos de cidadania. Tivemos nossa primeira audiência de conciliação para regularizar uma separação de fato que vinha desde 2018. Acertamos entre as partes, fizemos o termo de divórcio consensual entre eles. A mulher vai voltar a utilizar o nome de solteira. Fizemos também a partilha de bens, a regulamentação da guarda, visitação e pensão. Isso mostra a variedade de situações que estamos enfrentando no dia-a-dia da Defensoria aqui na Assembleia”, disse.

O posto da Defensoria Pública na Assembleia Legislativa do Paraná fica na Praça Nossa Senhora de Salete, s/nº - Centro Cívico – Curitiba, e funciona de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas.


FONTE: ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

SICREDI confirma instalação de agência até primeiro quadrimestre de 2022

 


O Prefeito Edimar Santos, vice Paulo Vietze e Vereadores(as), recepcionaram na última quinta-feira, 2, o Presidente da Sicredi Paranapanema, Claudio Marcos Orsini e o Diretor Executivo Volmir Caraciolo. No encontro foi oficializada instalação da agência no município de Santa Cecília do Pavão até o 1º quadrimestre de 2022.

Programação de Natal terá tenda cultural e Casa do Papai Noel

 


A prefeitura municipal de Santo Antônio da Platina abre na próxima semana a programação de Natal deste ano. Serão seis dias de atrações na praça Frei Cristóvão do Capinzal (praça da matriz) a partir das 20h com apresentações musicais, teatro e a tradicional Casa do Papai Noel.

 

A abertura será no dia 10 dezembro, sexta-feira, com a chegada do Papai Noel junto com o grupo Guardiões do Asfalto. No mesmo dia, a Cia Blackout de Teatro apresenta a peça "Onde está o Natall”, na Tenda Cultural, palco que será montado em frente ao coreto.

No dia 14 de dezembro, terça-feira, será a apresentação da peça musical “A Fantástica Fábrica de Natal”, do Studio Arte em Dança. No dia 16 de dezembro se apresenta o coral do Projeto Boia Fria e no dia 18 o humorista Edson Farias. No dia 19 de dezembro o show é do Palhaço Sapequinha e o cantor Antenor Oliveira encerra as atrações da Tenda Cultural no dia 22 de dezembro.

 

A casa do papai noel estará aberta no coreto para a visita das crianças logo após as apresentações . A organização das atrações é feita pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico junto com o Departamento Municipal de Indústria e Comércio.



FONTE: ASSESSORIA

 

Prefeito Butina se reúne com equipe da Sudis por novas moradias



A Prefeitura Municipal de Tibagi recebeu na última semana a visita da equipe da Superintendência Geral de Diálogo e Interação Social (Sudis) do Governo do Paraná liderada por Mauro Rockenbach, o superintendente do órgão. Na pauta, a possibilidade de construção de novas casas dentro do município através do processo de construção de moradias por autogestão.


“Temos uma demanda por novas moradias no município que desde muito tempo não foram feitas. Essa proposta é muito interessante e vamos trabalhar para que aconteça em Tibagi”, garante o prefeito Artur Butina.

De acordo com Mauro Rockenbach, superintendente da Sudis, o processo envolve o Governo do Estado, o município e uma entidade da sociedade civil pela moradia que deve ser criada e será a gestora desse processo. A Prefeitura realiza um chamamento público e essa entidade participara para executar a construção.

“O recurso vem do Fundo Estadual de Habitação e Interesse Social e é repassado para o mesmo fundo municipal. A Prefeitura destina uma área através da ZEIS, zona especial de interesse social, prepara um projeto, escolhe uma entidade e organiza as famílias que vão morar nessas novas casas”, afirma Rockenbach.

Ele disse ainda que diferente de construir todas as casas e entrega-las, as pessoas que vão morar participam do processo com a escolha do tipo de material, por exemplo. A processo de construção não é através de uma empreitada global, quando a execução da obra é feita desde a fundação até a entrega da chave.

“Na construção por autogestão é tudo feito por etapas com a contratação de mão de obra local de microempreendedores individuais (MEIs), compra de material de empresas pequenas de construção civil. Assim, se movimenta a economia da cidade, gera emprego e renda e ao final disso existe um conjunto habitacional onde as pessoas ajudaram a construir e uma comunidade formada através da associação de moradores. Esse é o diferencial: mais barato, melhor e com melhores condições sociais”, finaliza o superintendente da Sudis.

Pela Prefeitura de Ponta Grossa, participaram da reunião, além do prefeito Butina, os secretários de Obras, Danilo Schiochet; e de Planejamento, Luana Ribeiro; e o gerente de Habitação José Salles. Pela Sudis, participaram os assessores Joseli Collaço e Claudir Volnei Nowotny.

Texto: Assessoria de Comunicação Prefeitura de Tibagi
Fotos: João Pedro Agostinho/ASCOM Pref. Tibagi

Em Cianorte, Prefeitura inicia obras de ampliação do Aeroporto



Oferecer segurança e conforto para as operações de pouso e decolagem. Com esse objetivo, a Prefeitura de Cianorte, por meio da Secretaria Municipal de Defesa Social, deu início as obras de ampliação da pista do Aeroporto Engenheiro Gastão de Mesquita Filho. As máquinas da empresa vencedora da licitação estão realizando o serviço de terraplanagem. Com investimento de R$ 669.500,00, a pista receberá a ampliação de 220 metros. As obras estão previstas para serem concluidas no final do mês de janeiro de 2022. No local também haverá a mudança do cercamento, cumprindo assim, as especificações exigidas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

A companhia aérea Azul já iniciou a venda de passagens de voos diretos entre Cianorte e Curitiba. A empresa assumiu a operação da linha que foi interrompida em 2020 por conta da pandemia, incentivada pelo projeto do governo estadual Voe Paraná. “Além dessas melhorias, também há a previsão para ampliar e remodelar a sala de espera e embarque de passageiros, com o objetivo de atrair novas empresas. Queremos dar um salto na logística da região e na infraestrutura da nossa cidade”, explicou o secretário da pasta, Tenente-coronel Elias Ariel de Souza.

O prefeito Marco Franzato enfatizou que a proposta é investir em tecnologia, equipando o aeroporto e deixando o espaço apto em receber vários tipos de aeronaves. “Queremos integrar Cianorte a outros destinos importantes do estado e do país. Para isso, precisamos de um terminal bem planejado e amplas condições para que as operadoras possam desenvolver suas atividades no local. Com ações bem planejadas vamos atrair empresários de outras localidades para abrir negócios em Cianorte, gerando assim, mais emprego e renda para a população”, concluiu o prefeito.

Fonte: Diretoria de Comunicação Social