Prefeitura de Cambé interrompe realização de rodeio clandestino na zona rural



A Prefeitura de Cambé, por meio do Departamento de Posturas, interrompeu a sequência de um rodeio que vinha sendo feito de forma clandestina no feriado prolongado na cidade. A festa de peão teve apenas o primeiro dos três dias de evento, após o organizador, Alessandro de Souza, conhecido como Borboleta, ser notificado no sábado (13), para encerrar o rodeio que era realizado sem autorização em uma propriedade rural de Cambé.

Segundo o diretor do Departamento Municipal de Posturas de Cambé, Cecílio de Araújo Pereira, o organizador vinha realizando obras no local há aproximadamente seis meses e tentou regularizar o local e o evento junto à Prefeitura, mas não conseguiu providenciar toda a documentação necessária para liberar o alvará.

“O alvará seria liberado após apresentação dos documentos, emissão das licenças e vistoria da Prefeitura e dos Bombeiros. Ocorre que ele não conseguiu regularizar a situação, mas mesmo assim realizou a primeira noite de rodeio, na sexta-feira, dia 12. É uma estrutura bastante precária. Era cobrado R$ 5 por pessoa como ingresso e R$ 5 para estacionamento. Vendia bebidas e tinha um caminhão de som para a locução e animação, além de dois banheiros químicos. Rodeio começou às 20h e foi até às 3h”, explicou Cecílio. “O código de posturas é claro: todo evento tem que ter a autorização do Município e, para isso, precisa cumprir todas as exigências sanitárias e de segurança”, completou.

Segundo Cecílio, o organizador cumpriu a determinação de não realizar a segunda noite do rodeio no sábado, dia 13. Caso ele repita a iniciativa e volte a promover rodeios irregulares em Cambé, receberá uma multa que pode chegar a R$ 16.191,00.

O prefeito Conrado Scheller ressaltou que a administração municipal não tolerará eventos irregulares ou clandestinos na cidade, bem como outras infrações ao Código de Posturas do município. “Cambé tem lei, regras a serem cumpridas e todos precisam respeitá-las. Nós precisamos prezar pela ordem e pela segurança da cidade e das pessoas que participam desses eventos, acreditando que são seguros e regulares”, garantiu Scheller.



FONTE: PREFEITURA DE CAMBÉ

Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas