Prefeita de Quatiguá é vítima de golpistas na internet


A prefeita de Quatiguá, Adelita Parmezan de Moraes, foi vítima de criminosos que usaram informações pessoais dela para aplicar golpes e clonar dados de outras pessoas via celular. O fato ocorreu no início da noite de segunda-feira (18), conforme informou o site JR Diário.
A prefeita disse à reportagem que soube da ação criminosa quando começou a receber mensagens via WhatsApp de alguns contatos pessoais relatando o recebimento de mensagens estranhas em seu nome. A intenção do golpista foi se passar por um assessor de Adelita através do celular (11) 96351-7013, que não pertence a ela. Por meio de ligação ou mensagens de texto, o ‘interlocutor’ convidava a vítima para participar de uma festa supostamente promovida pela prefeita.
Para confirmar presença no suposto evento, a vítima era induzida a clicar em um link enviado pelo criminoso ou acessar um código enviado pelo golpista, habitualmente usado para clonar contas no WhatsApp. Os estelionatários também pedia dinheiro às vítimas por meio de depósitos bancários.
Ainda não se sabe se o celular da prefeita foi clonado e quantas pessoas caíram no golpe. Adelita se mostra muito preocupada não só com os possíveis prejuízos financeiros, mas também com danos morais a inúmeras vítimas da ação criminosas.
“Alerto a todos que desconfiem deste tipo de mensagens em meu nome. Denunciem o quanto antes para a PM ou à Polícia Civil”, orienta a prefeita reiterando que o número (11) 96351-7013 não pertence a ela. 
A prefeita procurou a Polícia Civil na manhã de desta terça-feira (19), que instaurou inquérito para investigar o caso. 

FONTE: Luiz Guilherme com JR DIÁRIO
Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas