Saúde vai apresentar critérios para entrada e saída da quarentena restritiva


O deputado Michele Caputo (PSDB), coordenador da Frente Parlamentar do Coronavírus, confirmou a participação do diretor-geral da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), Nestor Werner Júnior, na próxima reunião do colegiado, marcada para esta quinta-feira, 16, a partir das 10h. O objetivo é que o representante da Sesa esclareça os critérios que estão sendo adotados pela pasta para determinação da quarentena mais restritiva em determinadas regiões do Estado.

"O doutor Nestor (Werner) vai expor a atual situação epidemiológica da COVID-19 no Paraná, além de explicar como funciona o processo de definição da entrada e saída dos municípios da condição de quarentena restritiva. Será a oportunidade também para conhecer os resultados desses 15 primeiros dias do decreto estadual (que determinou uma série de medidas restritivas nas cidades de sete regionais de saúde)", disse Michele Caputo.

A segunda reunião da frente, na última quinta-feira, 9, teve a participação dos médicos Dorival Ricci Junior - que defendeu o tratamento precoce da covid-19 - e Clóvis Arns da Cunha, presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia, que enfatizou a necessidade das pesquisas de segurança e eficácia para todos medicamentos usados contra qualquer doença.

Segundo a assessoria do deputado, nove mil pessoas acompanharam a sessão pelas redes sociais e canais de comunicação da Assembleia Legislativa. "Isso mostra o acerto, o interesse e a necessidade e aprofundar o enfrentamento ao vírus sobre os vários aspetos: sanitários, sociais e econômicos. Essas questões vão permear as discussões da frente".

Comissões temáticas - Michele Caputo pediu ainda aos 11 coordenadores das comissões temáticas da frente parlamentar que também pautem as reuniões semanais neste período mais crítico da pandemia para debater. "Temos assuntos importantes para debater, apontar novas medidas, alternativas e soluções" .

O deputado já conversou com o deputado Professor Lemos (PT), coordenador da comissão da educação, sobre o debate em relação a volta das aulas. "Temos que discutir no conjunto e com o governo, inclusive, sobre os critérios e cuidados importantes que devemos tomar para que a volta das aulas aconteça de forma segura, principalmente porque estamos falando das crianças", pondera.

"Tem as outras comissões que podem e devem pautar assuntos importantes, polêmicos, muitas vezes, contraditórios, mas todos legítimos, e é isso que se propõe a frente parlamentar. Como presidente da frente, vou tratar as questões todas de forma imparcial, com muita transparência e democracia como deve acontecer", completa Michele Caputo.



FONTE: ASSESSORIA



Já segue nossas Mídias Sociais

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK. CLIQUE AQUI
SIGA NO INSTAGRAM. CLIQUE AQUI
Entre no nosso grupo do Telegram. CLIQUE AQUI

Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas