Michele Caputo defende instalação de unidade do Hospital Pequeno Príncipe no Litoral



O deputado Michele Caputo(PSDB) defendeu nesta terça-feira, 3, a instalação de uma unidade do Hospital Pequeno Príncipe em Paranaguá, no litoral do estado. "A ideia é formalizar uma parceria semelhante ao que ocorre com o Hospital Erastinho Gaertner. Com isso, as crianças de Paranaguá e região poderiam ser atendidas com consultas especializadas no litoral, sem precisar se deslocar para Curitiba", disse.  


O Pequeno Príncipe é o maior hospital pediátrico do Brasil. Em 100 anos de atividades, atendeu milhares de crianças e adolescentes em 32 especialidades médicas de média e alta complexidade. É conhecido ainda como berço da pediatria do Paraná e se destaca por ser um centro integrado de diagnóstico e tratamento.

"Nesta semana iniciamos as tratativas com o Hospital Pequeno Príncipe para viabilizar a instalação de uma unidade avançada do complexo em Paranaguá. Junto com o prefeito Marcelo Roque (Podemos), o vice Borba da Transcap (PSD) e o presidente da Câmara de VereadoresFabio Santos (PSDB) vamos lutar para realizar mais este sonho", adiantou Michele Caputo.

O deputado adianta que nos próximos dias já poderá fechar uma proposta em relação a instalação da unidade de saúde no litoral e a competência das partes: prefeitura, hospital e Estado. "É um projeto audacioso que a população de Paranaguá e do litoral merece ser bem atendida quando se trata da saúde das crianças e dos adolecentes".

Michele Caputo lembra que a unidade a ser instalada em Paranaguá vai poder oferecer cirurgias complexas e atendimento em unidades de terapia intensiva. Em Curitiba, o Pequeno Príncipe oferece às crianças e adolescentes um atendimento integral.

História – Durante a 1ª Guerra Mundial um grupo de mulheres da comunidade curitibana decidiu viabilizar um inédito atendimento em saúde para a população carente da cidade, notadamente as crianças. Elas conseguem mobilizar médicos e líderes locais e inauguram o Dispensário Infantil, que recebe os primeiros pacientes em outubro de 1919. 

Em seguida, lançaram o projeto de construção de um Hospital de Crianças. Onze anos de intenso trabalho e mobilização social foram necessários para sua inauguração em 1930. Em 1951, o Hospital de Crianças passou a ser denominado Hospital de Crianças Dr. César Pernetta e em 1971 foi inaugurado o Hospital Pequeno Príncipe.


FONTE: ASSESSORIA
Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas