Alimentos da agricultura familiar abastecem serviços socioassistenciais do município



Teve início nesta semana a entrega de alimentos produzidos pela agricultura familiar para entidades e instituições vinculadas às secretarias Municipais do Idoso e Assistência Social. Trata-se do Programa Compra Direta Paraná, que adquiriu os produtos para serem destinados às famílias e idosos em situação de vulnerabilidade que são atendidos nos serviços conveniados ao Município.

Só em Londrina, o governo do Estado irá investir, ao longo de dez meses, R$1,684 milhão na compra de mais de 255 toneladas em gêneros alimentícios. Estão previstos frutas, verduras, legumes, pães e bolachas, sucos e outros produtos de fabricação própria.

As primeiras entregas foram feitas na quarta (28) e quinta-feira (29), para Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) conveniadas ao Município e também para a Secretaria Municipal do Idoso (SMI). Nos dez meses de programa, eles irão beneficiar diretamente cerca de 300 idosos.

A secretária municipal do Idoso, Andrea Ramondini Danelon, afirmou que o Compra Paraná trará um apoio muito importante para a população em situação de vulnerabilidade. “Estamos felizes com essa parceria e esses alimentos chegam em boa hora já que grande parte dessa rede está enfrentando dificuldades. Será um enorme benefício para os pequenos agricultores locais e para as entidades atendidas”, afirmou.

Andrea ressaltou o viés do programa de estimular a agricultura familiar. “É um programa que fortalece os agricultores locais e auxiliam as instituições com esses produtos. Em época de pandemia essa ajuda é muito importante, promovendo uma melhora na segurança alimentar e nutricional dessa população. São alimentos frescos, vindos direto do produtor, e com uma grande diversidade”, detalhou.

Outras catorze entidades vinculadas à Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) também vão receber os alimentos. Todos os produtos serão direcionados para atender famílias em desproteção social e que são referenciadas pelos serviços da SMAS.

O Compra Direta Paraná é um programa de caráter emergencial coordenado pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Paraná (Seab). Em todo o estado, os investimentos serão de R$27 milhões. Os produtos e alimentos são adquiridos exclusivamente de associações e cooperativas da Agricultura Familiar, selecionadas por meio de edital de chamamento publicado este ano.

As entregas devem ocorrer até abril de 2022, e o cronograma varia conforme o produto e a cooperativa responsável. Alguns terão entrega semanal e outros, mensal. Ao todo, o programa adquiriu 255.762 quilos de produtos alimentícios.

Para atender a região de Londrina, foram contempladas a Cooperativa Agroindustrial de Produção e Comercialização Conquista (Copacon), do Assentamento Eli Vive, localizado em Lerroville, e a Cooperativa Solidária de Produção, Comercialização e Turismo Rural da Agricultura Familiar do Norte do Paraná (Coafas), com sede em Londrina.


FONTE: PREFEITURA DE LONDRINA

Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas