Obras de revitalização do Bosque Central interditam passagem de pedestres



A partir de quinta-feira, 5, os acessos principais dos pedestres à área central do Bosque Marechal Cândido Rondon estão interditados. Para evitar acidentes, os pedestres que vierem da Avenida São Paulo e da Rio de Janeiro não poderão utilizar a parte interna, no centro do bosque, para fazer esse cruzamento, pois a área está sendo revitalizada com o uso de maquinários pesados. Para a travessia, os técnicos da Prefeitura de Londrina sugerem o uso das calçadas ao entorno do bosque.

O objetivo da interdição temporária é proteger a população de possíveis acidentes que podem vir a acontecer, caso a norma não seja obedecida. A expectativa é que o espaço permanece interditado por aproximadamente 15 dias.

A engenheira Amanda Castro, da empresa San Pio Construtora, vencedora da licitação e responsável pelos trabalhos, explicou que, a partir de agora, começam as escavações com o uso de máquinas pesadas, para depois serem colocadas as malhas de aço no piso. “Vamos fazer as canaletas de água pluvial, com o uso de escavação, e iniciar a colocação das malhas. É importante interditar a área central, para que as pessoas parem de passar onde estão os maquinários pesados, pois elas podem tropeçar, cair e se machucar caso continue aberta a passagem”.

Além disso, a partir de quinta-feira que vem (12), metade da pista da Avenida São Paulo e metade da pista da Avenida Rio de Janeiro estarão interditadas, por cerca de 15 dias. No local, começará a execução da concretagem da travessia elevada, que exige a cura do concreto. A concretagem da segunda parte da travesseia elevada deve ser realizada a partir de 30 de agosto, com a posterior pigmentação e pintura para a sinalização viária.

Sobre as obras, o secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada, pediu a colaboração da população, para que os serviços possam ser executados de forma correta e dentro do cronograma. “Pedimos um pouco de paciência e colaboração da população, porque as pessoas vão poder transitar pelas vias que abrimos dentro do bosque, como era originalmente, e que já estão concretadas e pelas caçadas externas ao bosque. Isso é importante, porque com as ferragens e as máquinas escavando há perigo de acidentes”, disse o secretário.

No futuro próximo, quem passar pelo bosque verá um espaço com alargamento das calçadas, novas pistas de caminhada, corrida e ciclismo e barras de exercício físico; academia ao ar livre, parquinho infantil e quadra poliesportiva totalmente reformadas; bancos, pequenos palcos, mesas e alguns elementos instalados para permitir a realização de brincadeiras para as crianças; iluminação pública com efeitos cênicos e projeções coloridas voltadas para as copas das árvores; e a integração do Bosque com outras áreas públicas centrais da região, como a Praça Sete de Setembro e a Praça Primeiro de Maio com a Concha Acústica.


FONTE: PREFEITURA DE LONDRINA

Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas