Museu da História de Ibaiti recebe novas doações para acervo



 O Museu da História de Ibaiti Mário Yamanoye recebeu nesta semana algumas doações raras para seu acervo relacionadas à vida dos primeiros moradores da Colônia Japonesa no município.

As doações vieram da família Hosoume e foram formalizadas por Eliza Housoume filha do casal Heiachiro e Iciko Hosoume, que residiram no patrimônio da Amora Preta, onde está o primeiro marco da Seicho-no-ie na América. 

Objetos doados

Troncos de árvores que viraram pedras. Retiradas de uma fazenda próximo a Vila Guay pelo senhor Heiachiro Hosoume. As pedras podem ser vistas no jardim do Museu da História de Ibaiti.

Máquina de costura que pertenceu a senhora Iciko Hosoume (mãe da Elisa Hosoume). Ela fez curso de corte e costura na cidade de Assaí. Viajava de trem com várias moças da Amora Preta até Londrina, (tinha que ir até Ourinhos daí para Londrina). Casou-se com Heiachiro Hosoume em 1951. 

Móveis e biblioteca do senhor Heiachiro Hosoume (pai da Elisa Hosoume). Os móveis foram feitos na marcenaria do senhor Kurosawa, próxima a viação Jóia. Os livros são da década de 1970 (coleção da Barsa). 

Boletim escolar da senhora Iciko Hosoume quando cursava a 4ª séria do primário em 1941. Convite de formatura do Ginásio Estadual Antônio Martins de Mello (formatura de Kasuhiko Hosoume (irmão da Elisa Hosoume), de 1968. 

Em virtude da pandemia do novo coronavírus, o Museu da História de Ibaiti ainda se encontra fechado para a visitação pública. 

A direção do museu disponibiliza uma página no Facebook para os visitantes on-line. Os novos objetos que agora fazem parte do acervo do museu podem ser vistos na página.

Clique no link: MuseuDaHistóriaDeIbaiti


FONTE: ASSESSORIA IBAITI

Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas