Novo modelo de pedágio é fator estruturante ao Paraná, destaca Romanelli



O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) afirmou nesta terça-feira, 15, que o Paraná aguarda a nova modelagem para a concessão de rodovias no Estado e sustentou que se trata de uma questão estruturante, com impacto na economia estadual. O projeto está sendo elaborado pelo Ministério da Infraestrutura em conjunto com técnicos do Estado.


Segundo Romanelli, a sociedade espera que a nova proposta, que substituirá a ideia de leilão pelo modelo híbrido, atenda aos anseios dos paranaenses, que rejeitaram o primeiro modelo proposto pela União. “O Paraná defende uma concessão pelo menor preço de tarifa”, reforçou ele durante encontro virtual com lideranças políticas do Estado.

O deputado afirma que a Assembleia Legislativa continuará mobilizada na defesa dos interesses do Estado. A iniciativa foi elogiada pelo deputado federal Toninho Wandscheer (Pros), que sustentou que este movimento foi decisivo para reverter o processo iniciado pelo governo federal.

Segundo Wandscheer, a ideia inicial poderia deixar o Paraná com o melhor modelo de concessão do Brasil, mas ainda com tarifas muito altas. Para ele, o corpo técnico envolvido no processo elaborou uma proposta considerando que a equação desse certo. “Mas o pedágio seguiria caro”, disse.
Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas