Prefeitura de Londrina vai inaugurar três obras da Educação até outubro



Os trabalhos e iniciativas da Prefeitura em prol do setor educacional não param em Londrina. Nos próximos dias, três obras importantes serão oficialmente entregues para aprimorar a qualidade do atendimento à população e também a gestão administrativa voltada a essa área. Os secretários municipais de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada, e de Educação, Maria Tereza Paschoal, visitaram nesta terça-feira (21) as duas novas unidades escolares municipais construídas na região leste, na abrangência do bairro Acquaville. Eles também estiveram nas obras da nova sede da Secretaria Municipal de Educação (SME), que estão 90% concluídas (mais detalhes abaixo).

Na região leste, o Centro de Educação Infantil (CEI) Nagib Abudi Filho e a Escola Municipal Roberto Alves Lima Junior estão na fase final das obras e já estão em funcionamento, recebendo os alunos. Juntos, os dois espaços terão capacidade para atender mais de 1.000 alunos, desde o berçário até o 5º ano do ensino fundamental. Com as construções prontas, essas unidade estão previstas para serem inaugurada pelo prefeito Marcelo Belinati entre o final de setembro e início de outubro, em datas a serem definidas.



A Escola Municipal Roberto Alves Lima Junior está atendendo, em um primeiro momento, cerca de 225 crianças de P4 ao 5º ano. A escola fica localizada na Rua Akeo Hasuda, 235, e conta com ampla e moderna estrutura para receber com conforto, segurança e qualidade os alunos, professores, equipes gestoras e funcionários. A escola tem cerca de 3.500 m² de área total construída, em um terreno de 10.714 m², e conta com dois blocos integrando 18 salas de aula, no total. Há salas administrativas, área de serviço, banheiros, refeitório e cozinha, quadra poliesportiva, entre outros ambientes, com toda a acessibilidade necessária.

Por sua vez, a creche Nagib Abudi Filho atenderá mais de 200 crianças, inicialmente. Cerca de 50 alunos já estão sendo atendidos na unidade que fica localizada na avenida Azilé Miguel Abujamra, 170. O espaço é destinado a turmas de zero a três anos de idade – CB (berçário), C1, C2 e C3. Sua área total é de 1.520,21 m², com 10 salas de aula, berçário, lactário, fraldário e salas de multiuso. Há banheiros adaptados para crianças e pessoas com deficiência, bem como ambientes para as atividades de professores e funcionários, áreas administrativas, cozinha, refeitório e outros locais.



Nova sede da Educação – A Prefeitura projeta que a Secretaria Municipal de Educação (SME) deve estar de casa nova, em funcionamento, até meados de outubro. A previsão é que as obras de reforma e ampliação do espaço do antigo Mercado Municipal Quebec, que passa a abrigar a nova sede da Educação, sejam concluídas nas próximas semanas, permitindo a inauguração do local. Com a parte da estrutura do prédio totalmente pronta, os serviços estão com cerca de 90% de execução.

A nova sede deve receber mais de 150 profissionais dos setores de assessoria financeira, administrativa e pedagógica, além dos representantes dos Conselhos Municipais de Educação; de Alimentação Escolar e o do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). A sede ganhará o nome de Marcelo Urbaneja, ex-presidente do Sindiserv, que faleceu recentemente vítima de complicações da Covid-19.

Maternidade Municipal – Com cerca de 80% dos serviços finalizados, a revitalização da Maternidade Municipal Lucilla Balallai continua e avança para os últimos trabalhos. O bloco que irá abrigar os atendimentos de pré-parto teve sua reforma concluída e passará a funcionar nos próximos dias. O local está sendo organizado e receberá novo mobiliário para iniciar as operações, em ala que passou por reconstrução e readequação da estrutura de alvenaria, cobertura, paredes e pisos, substituição de janelas e portas, instalações hidráulicas e elétricas, entre outras intervenções.

Em novembro de 2020, a Prefeitura entregou a construção de uma nova ala que foi criada para abrigar o Centro Cirúrgico, antes alocado nesta ala da Maternidade. Assim, essa parte ganhou mais espaço para o serviços de pré-parto, já que quase 1.000 m² foi ampliado na área do prédio original da Maternidade Municipal, que agora é de 3.335,14 m², possibilitando a criação de novos espaços para atendimento às gestantes, bem como a readequação daqueles já existentes.

FONTE: PREFEITURA

Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas