PIÁ chega a 500 mil usuários cadastrados para acesso a serviços digitais



O Paraná Inteligência Artificial (PIÁ), plataforma tecnológica desenvolvida pela Celepar para o Governo do Estado, atingiu nesta semana a marca de 500 mil usuários cadastrados. No portal, os cidadãos podem acessar mais de 680 serviços estaduais de forma digital em um único canal de diálogo que atende as demandas da população paranaense.

A sigla é uma referência ao termo paranaense usado para designar meninos. O sistema possui níveis de informações personalizadas para cada pessoa. Caso o usuário informe o seu CPF, o nível de customização aumenta, a partir do momento em que o PIÁ passa a saber exatamente com quem está se comunicando. A plataforma responderá ao cidadão e, consequentemente, com o tempo, ganha mais recursos.

“Essa solução com o nome de uma gíria da nossa terra está crescendo. Desde o início da pandemia, no ano passado, por exemplo o crescimento foi de quase 80% na oferta de serviços digitais ao cidadão paranaense pelo PIÁ, subindo de 380 para 683”, destacou o presidente da Celepar, Leandro Moura. O PIÁ completou em junho dois anos de implementação.

Entre os serviços mais acessados no PIÁ, neste ano, estão consultas de exames laboratoriais de análises clínicas, que podem ser pesquisados pelo cidadão e também médicos de algumas instituições de saúde em Curitiba, Lapa, Maringá e Ponta Grossa. No total, foram mais de 266 mil solicitações.

Já a indicação de condutores em multas de trânsito municipais foi utilizada cerca de 176 mil vezes. Outra opção neste segmento é a apresentação de recurso para multas de trânsito municipais, com 95 mil acessos.

Também importante para os usuários, a emissão da credencial de estacionamento para idosos foi acessada em torno de 93 mil vezes.

NOVOS – Conforme os órgãos estaduais ofertam novos serviços, a Celepar auxilia na implantação e disponibilização no PIÁ. Entre os últimos, está a plataforma de streaming Paraná Cultura, que reúne vídeos de produções culturais paranaenses diversificadas para o cidadão assistir de forma online e gratuita.

A plataforma foi lançada em junho pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e reúne mais de mil vídeos de música, artes cênicas e cinema, além de livros, oficinas e podcasts.

Uma outra adição à plataforma foi a explicação de como funciona o Botão do Pânico, destinado a mulheres que possuem medidas protetivas judiciais, indicando os passos para efetuar o download do aplicativo 190-PR, que abriga esta funcionalidade.


FONTE: AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas